domingo, 23 de abril de 2017


Nunca reclamarei dos que eu tenho à minha volta, já que sem eles eu nada seria. Porém, em alguns momentos, por mais que eu esteja rodeada de gente, parece que eu sou tão só...

3 comentários:

Gugu Keller disse...

A maioria dos com quem nos cremos em comunhão comum e acintosamente nos acentua a solidão.
GK

Bípede Implume disse...

Olá Vivian
Como dizes, aos poucos vamos voltando.
E é muito bom.

Ás vezes gosto da solidão. Filho único habitua-se facilmente.
.
Eugénio de Andrade é um grande poeta português. Nasceu em 1923, na Póvoa da Atalaia, Fundão. António Botto, outro grande poeta português, gostou tanto dos seus poemas que o incentivou a continuar. E ainda bem. Para mim, é um dos melhores.
Dia 25 de Abril comemoramos o nosso Dia da Liberdade. E desejo,
sinceramente, que o façamos Sempre.

Beijinho e... até breve.


Vanessa Braga disse...

Vih, cadê o "Não sei, só sei que foi assim"?

Saudades de você, moça.

E eu estou aqui, viu?

Ninguém é tão só quanto pensa.

Tem sempre pessoas silenciosas nos lendo. :)